sábado, 5 de dezembro de 2009

Conversa, conversa, conversa...


Faltam-me as palavras, a vontade e a coragem para escrever neste espaço aquilo que me vai na alma. Abro os jornais, as revistas, consulto as notícias na net e continuo a sair decepcionada com aquilo que leio diariamente nas fontes que habitualmente consulto. A democracia acusa sinais de decrepitude e fico alva de espanto com o que se passa à minha volta. Não entendo por que razão ainda não foram resolvidos casos como o da Casa Pia, em que eu e a maioria daqueles com quem conversei, achávamos de urgente resolução, para que os réus fossem punidos e as vítimas indemnizadas da parte que era possível sê-lo porque outra há cuja ferida só se esfumará quando se esfumar a sua existência tamanhas foram as atrocidades que sofreram. Com outros casos, todavia,continuo a interpelar-me por que razão não passam de novelas sem fim à vista. Não temos nós cidadãos deste país o direito de saber a verdade dos factos? Acreditem que é com pesar que falo nisto . O caso Freeport ficou por esclarecer, soube-se que havia vulnerabilidades no sistema informático da Presidência da República, do caso "Face Oculta" há um arguído em prisão preventiva, os outros saem com cauções chorudas, para a minha algibeira, as escutas telefónicas não serão divulgadas porque nada têm de relevante, uma importante figura do governo fala de "espionagem política", leva-se horas e horas a discutir isto , o caso BPN continua sem fim à vista, do BPP nem falo. Que país é este que tanto me fez sonhar e que, agora, tanto me aflige?
E volto a interpelar-me por que razão não se demitiu já Senhor Primeiro-Ministro ?
O debate de ontem na Assembleia da República não trouxe nada de novo no âmbito das medidas económicas e sociais que urgem ser tomadas, nada ficou esclarecido sobre a realidade política actual, a crise continua a atormentar cada vez mais os Portugueses. Será que o lodaçal em que estamos caídos não permite que dele saiamos tão cedo? Ah, o salário mínimo passou para 475 euros( grande trunfo),alguns reformados também viram um aumento "substancial" das suas pensões. E assim se passou mais um dia de conversa, conversa, conversa...

19 comentários:

jo ra tone disse...

Isamar,
É impressionante o que se está a desvendar com certos políticos.
Leva-me a pensar que ainda há muito por descobrir, e que em termos de corrupção, estaremos num dos primeiros lugares,
"Demitir??"
Ele até gosta disto!
Volto a repetir:
Ele que tome, e não dê aos outros a sua Cicuta e nos deixe continuar a viver.
Bjo
Bom fim de semana

Efigênia Coutinho disse...

Faltam-me as palavras, a vontade e a coragem para escrever neste espaço aquilo que me vai na alma. Abro os jornais, as revistas, consulto as notícias na net e continuo a sair decepcionada com aquilo que leio diariamente nas fontes que habitualmente consulto. A democracia acusa sinais de decripitude e fico alva de espanto com o que se passa à minha volta.

Isamar, não fica longe do que estamos a passar aqui ao Brasil, onde desacredito em tudo.

Mas estamos ao NATAL, e acredito sim, na solidariedade humana, e deixo meu convite para passar em meu Blog, e participar do Natal,
Efigênia Coutinho

MPS disse...

Cara Isabel

Que, ao menos, as palavras utilizadas estejam a um nível superior ao da indigência! Mas nem isso!

Nem sei se sou, ainda, capaz de me indignar. Para a indignação é preciso alguma surpresa, mas a ignomínia é-nos servida com tanta abundância que já não constitui novidade. Ou talvez seja eu que me instalei definitivamente no lado sombrio da existência. Já não sei.

Um grande abraço

pinguim disse...

Isabel
desta vez só parcialmente concordo contigo; é evidente que há corrupção em Portugal e que até se conhecem os corruptos.
É verdade que a informação através dos media está absolutamente desacreditada e alberga fazedores de histórias, que manobram a seu belo prazer.
É verdade que a justiça neste país é lenta, e tem vulnerabilidades gritantes.
Mas por causa de umas escutas, que judicialmente já se provaram não ter qualquer relevância, exigir-se a demissão do Primeiro Ministro? Confesso não perceber a razão. E a devassa da vida privada do mesmo, quer na sua vida sentimental, quer familiar é perfeitamente aberrante.
Será que foi feita uma devassa assim a pessoas que já foram a julgamento como Fátima Felgueiras, Isaltino e outros?
Há uma imensa máquina partidária a funcionar para "deitar abaixo Sócrates", seja de que forma for; se é espionagem política ou não, sinceramente não sei.
Beijinho.

Andradarte disse...

Eu ainda vou acreditando....tanto,
que consegui ficar preso até ao fim
para sair sem nada.
Que fazer???Sou um conformista
pelos vistos.
Beijo

helia disse...

Conversa, Conversa, Conversa... e nada se faz para melhorar a Vida dos cidadãos deste País , que pagam pesados Impostos.Freport, Face Oculta, BPN, Casa Pia...Tudo vai ficar em "águas de bacalhau".Os Corruptos têm dinheiro que baste, para pagar grandes quantias a advogados para defenderem os seus crimes(tenho uma filha advogada que ficava furiosa se lesse isto), mas a verdade é esta.toda esta série de corruptos continuam em liberdade e a viver bem.E o Sócrates , mesmo que esteja inocente, enquanto não se apura a verdade, devia pedir a demissão. Mas o Poder sabe tão bem e o dinheiro que recebem, não só o 1º Minitro como os restantes membros do Governo, é tão bom... Que lhes interessa as Reformas miseráveis que há neste País? Eles estaõ bem... O País está um caos, mas para eles está um Paraíso! E o problema é que eu não vejo ninguém, nem à direita, nem à esquerda com capacidade para governar Portugal.
Um bom fim de semana

o escriba disse...

Isamar

Talvez te lembres de uma musiqueta dos anos 70 em que a Dalida traduzia as infidelidades do Alain Delon cantando "paroles, paroles, paroles, paroles,.....".
Também atravessamos tempos de grandes infidelidades para com a democracia e é tudo paroles, paroles, paroles...
Até quando?



Bom fim de semana
bjinhos
Esperança

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Isamar, estou totalmente de acordo com o teu post.....
Beijos

gaivota disse...

é mesmo conversa e só conversa... se é assim nos ditos "grandes" senhores da nossa terra, porque nos havemos de admirar de certas acções de vulgares mortais???
conversa, conversa, conversa...
é uma vergonha! 8 anos após as primeiras denúncias públicas do caso "Casa Pia", sabemos que marçal será juís (!) carlos cruz (coitado) teve que vender grande parte dos seus bens para sobreviver...
e as crianças, meu Deus, não se passará nada...
apenas o bibi andou ou anda atrás das grades...
os processos são tão descaradamente 'baixos', que só servem para entreter o povo com falsos critérios de justiça!
assim vai o nosso país, os do poleiro, os que podem continuam a dizer e a fazer o que querem, sem a mínima vergonha ou autoconsciência... (porque esta desapareceu à nascença!)
beijinhosssssssssss milessssssss
bem-hajas, minha querida amiga e junto-me à tua raiva!

elvira carvalho disse...

Ora bem amiga, eu sou uma das reformadas que vi um aumento chorudo da minha reforma. Aliás ainda não vi mas pelas minhas contas anda pelos 2€ e picos por mês. Quanto ao nosso PM se demitir pode tirar o cavalinho da chuva que aquele de vontade própria só se por distracção se sentar na cadeira do "outro".
Um abraço e um óptimo feriado

aflores disse...

Minha querida amiga, eu partilho da tua revolta, mas com uma única diferença...não deixo de forma alguma que tudo aquilo a que fazes referência (e muito bem), me deixe sem forças, revoltado, indignado e todos os sinónimos possiveis que expressem o sentimento da maioria das pessoas neste momento.
Estou atento sim, e lamento imenso a situação a que chegou o nosso País. Mas...por muito que custe ouvir, nós temos o que merecemos.

Dói-me o coração (e este malandro já não aguenta tamanha violência), de pensar nos milhares de Portugueses (familiares incluidos)que pela Liberdade e Democracia, lutaram anos e anos, foram prisioneiros, vítimas de torturas, e alguns assassinados.
Por ELES, eu ainda não desisti totalmente, mas a verdade é que já não vou em cantigas, e aos nossos governantes, políticos e afins (desculpa a linguagem), mostro aquele "dedo malandro".......

Desculpa mais uma vez o extenso comentário e a linguagem...


Tudo de bom

Um grande abraço solidário


;)

Filoxera disse...

A mim, "Faltam-me as palavras, a vontade e a coragem para escrever neste espaço aquilo que me vai na alma" por outros motivos...

Tens andado ausente há tanto tempo... estás bem?
Um beijo.

uf! disse...

Isamar, se me permite, gostaria de rectificar/aclarar um aspecto:
O facto de as escutas não terem sido consideradas judicialmente relevantes não significa que o seu conteúdo não comportasse indícios de crime. A leitura que eu faço de tudo isto é que, não tendo as escutas ao 1º sido superiormente autorizadas, elas são nulas, não podem ser usadas como prova. Seriam igualmente nulas se na conversa o 1º se tivesse confessado culpado de um homicídio ou se se tivesse assumido como um dos abusadores das crianças da Casa Pia.
NÃO É O CONTEÚDO QUE É IRRELEVANTE; é a forma como foi obtido é que o torna irrelevante.
E esta diferença é muito importante!!!
Não acredito que 1 magistrado pusesse a sua careira em causa por umas gravações que não contivessem, efectivamente, indícios de crime.Mas o PS já tinha tido o cuidado de alterar a lei, por forma a que as escutas ao primeiro tivessem de ser autorizadas por uma entidade «especial de corrida» e garantido que essa entidade «especial de corrida» era da confiança do governo!!!
Vá lá, vá lá, se o estado não fosse laico, ainda obrigavam a que as escutas ao 1º só pudessem ser feitas com a autorização de Deus!
Já me alonguei e dispersei.
Em síntese - não sabemos se o teor da conversa do 1ª com Vara era revelador de um crime; sabemos, apenas, que o teor da conversa não pode ser usado como prova, por as escutas não terem sido autorizadas nos termos da (jovem) lei. Só por isso é que foram consideradas nulas. É isso que é afirmado, com uns rendados demagógicos, por quem é a favor da sua anulação; os que não queriam a destruição das escutas falavam em indícios de crime!
APESAR de tudo, continuo optimista
:-)
é uma questão de sobrevivência...

Jorge P.G disse...

O país está à mercê de um punhado de funcionários partidários a que chamam "deputados".
Com a cada vez mais acentuada desertificação do interior aliada ao peso enorme da corrupção no litoral, temo mesmo que caia ao mar e desapareça.

Um abraço para ti.

Zé Povinho disse...

Vergonha na política é uma raridade e integridade uma qualidade que parece ter caído em desuso. A verdade é a última coisa que interessa aos (maus) políticos, logo seguida da memória(que é uma chatice).
Hoje no Parlamento tudo virou uma palhaçada, e desta vez pronunciou-se a palavra palhaço. Foi mal empregue porque o dito não tinha graça nenhuma, mas dali também não se espera nada de bom.
Abraço do Zé

lagartinha disse...

Talk Talk Talk é o nome de uma banda musical que foi buscar o nome às incongruências que ouvia no parlamento inglês...ninguém por cá teve tal ideia, mas nem porisso o mais comum do povo Português deixa de perceber as questões de fundo, ou seja, talk. talki. talk, palrlapier, parlapier, parlapier, e de soluções que era bom, népia...
Ando a lembrar-me de uma série na TV que dava há uns tempos, "o Polvo", pura icção, que se tem vindo a tornar bem real...ou será que oi umma espécie de escola? É que afinal, era uma série de culto...
Bejokotones

lagartinha disse...

Volto para pedir desculpa pelos erros, maldito teclado que não obedece aos meus dedos!!!!

margusta disse...

Minha Querida Isabel,

...conversa, conversa, conversa...
a corrupção continua, enquanto isso e nós povo, quem se preocupa connosco?
.... nós Isabel , estamos a ficar cada vez com mais dificuldade em viver...cada vez mais pobres, mais deprimidos, mais doentes...sem acesso a cuidados médicos.
Aqui onde moro, reformaram-se uns quantos médicos de família , e não são substituídos. Eu estou, ninguém se preocupa com estes casos, quem tem dinheiro vai ao particular, mas cada consulta custa 70 euros. Quem pode? Eu não!
Já me basta ter pagar outras consultas de especialidade com o dentista...

Beijinhos querida Amiga, e sim, passa nesta exposição, ficarei muito FELIZ!!! Embora não vá estar presente.

Mil beijinhos no teu coração,
Margusta

DE-PROPOSITO disse...

De 'conversa' está o mundo cheio.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel