domingo, 11 de janeiro de 2009

Helen Suzman, a activista branca anti-apartheid,morreu

Imagem google

Quando Nelson Mandela assinou a nova Constituição da África do Sul, a 10 de Dezembro de 1996, ela estava ao seu lado como sempre havia estado. Uma mulher de baixa estatura, branca, nariz aquilino, a única pessoa que visitou Mandela na prisão de Robben Island.
Na sua autobiografia, o ex-presidente refere-se-lhe dizendo: "Era uma visão estranha e maravilhosa, esta corajosa mulher entrar nas nossas celas e passear nos nossos pátios".
Filha de imigrantes lituanos na África do Sul, esta pequena/grande mulher nasceu no dia 17 de Novembro de 1917 e estudou num colégio católico de Joanesburgo.
Apesar de perseguida, foi ao longo de 36 anos a mais célebre activista anti-apartheid branca, num tempo em que eram raros os brancos que criticavam o regime segregacionista da África do Sul. Helen Suzman foi durante 13 anos, a única deputada na Assembleia a condenar abertamente o apartheid – como deputada do Partido Unido, mais tarde no Partido Progressista. Muitas vezes, às suas intervenções no Parlamento, respondiam-lhe com um um “Volta para Moscovo” ou “Volta para Israel” numa referência às suas origens. Foi duas vezes nomeada para o Nobel da Paz. Morreu com 91 anos no primeiro dia deste ano,com 91 anos, na paz da sua residência em Joanesburgo O arcebispo sul-africano e Prémio Nobel disse que o país tinha uma enorme dívida para com Suzman na luta anti-apartheid. A Fundação do ex-Presidente Nelson Mandela também evocou a perda de “uma grande patriota e combatente destemida do apartheid”. Várias vezes,enfrentou o antigo primeiro-ministro Pieter W. Botha que a chegou a ameaçar dizendo que ela estaria a violar as leis do país. Suzman ter-lhe-á então respondido: “Não tenho medo de si.”
Fontes: net e imprensa semanal

44 comentários:

pinguim disse...

Sempre a aprender; por estas partilhas, além das amizades que se criam, é que a blogosfera é maravilhosa.
Obrigado.
Abraço.

Cata-Vento disse...

E assim é pinguim.Pouco a pouco vamos frequentando lugares onde sentimos afinidades, onde os ventos sopram de feição, uma espécie de porto de abrigo.

Beijinhos

Bem-hajas!

vaandando disse...

Não conhecia esta corajosa mulher, sei dela , depois da sua morte, sinto-me no universo de um filme ou de um livro...
Que falta nos faz quem diga , dentro de sistemas políticos; » eu não tenho medo de si»
Abraço ,

JRMarto

Cata-Vento disse...

vaandando

Concordo consigo! Que falta nos faz quem tenha coragem para o dizer. O medo não o deixa fazer? É assim que vamos vivendo!

Um abraço

Pena disse...

Brilhante Amigo:
Uma homenagem merecida fabulosa de ímpar beleza. Ela ter-lhe-ia agradecido.
"...Foi duas vezes nomeada para o Nobel da Paz. Morreu com 91 anos no primeiro dia deste ano,com 91 anos, na paz da sua residência em Joanesburgo O arcebispo sul-africano e Prémio Nobel disse que o país tinha uma enorme dívida para com Suzman na luta anti-apartheid..."

Uma lutadora como já não há.
Rareiam por todo o lado.
Perfeito "sentir" decorado magicamente por si.
Um nome a reter eternamente.

Abraço de imenso respeito e amizade.
O AMIGO SINCERO


pena

Bem-Haja, pelo valor e dedicação de pessoa de bem na justa igualdade entre todos os povos do mundo em sintonia com o defendido nos Direitos Humanos que contempla toda a gente. Todos nós!

Cata-Vento disse...

" Uma lutadora como já não há!"
Lamentável que assim aconteça e nem uma luzinha de esperança se mantém acesa de que outra ou outro venham a existir. Maus ventos soam.

Beijinhos

Bem-haja, Pena!

lagartinha disse...

Vim só deixar um olá, que tenho de ir enfiar-me dentro da lareira...está cá um frio!!!
Bejocas

Cata-Vento disse...

Cuidado, Lagartinha, não te enfies na lareira.Não te queimes! Olha que nos fazes muita falta.

Mil bjinhos, bichinha amiga.

avelaneiraflorida disse...

Cata-vento,

que homenagem bem assinalada aqui!!!!
Mais uma dos seres humanos que reabilita tudo o que de mais tenebroso outros se encarregam de engendrar...

" Brigados" por mais esta partilha!!!!

Bjkas!!!

Cata-Vento disse...

Avelaneiraflorida

Uma mulher corajosa numa terra que tanto a hostilizou por lutar contra esse hediondo regime e que, à semelhança de outras, não pode nem deve ser esquecida.

Beijinhos

Bem-hajas!

o escriba disse...

Cata-Vento

Não conhecia esta pequena/grande mulher, mas quem diz alto e bom som "Não tenho medo de si!" merece ser recordada em cada minuto das nossas vidas! Bom exemplo!

bjinhos
Esperança

Isa disse...

Uma homenagem mto justa a alguém q.
acreditou.Que lutou.Que ñ receou
enfrentar o poder instituido e, minha Amiga,a opinião dos outros.
Quantas vezes mais cruel.
Tão bom caminhar a teu lado,saber +
despertar para problemas.
Melhoras,quida.Cuidado c/ o frio.
Beijoo.
isa.

Cata-Vento disse...

Escriba

Amiga, destas não houve muitas por isso há que recordá-las e tomá-las como exemplo.
Enquanto nos deixarem bater o pé não nos cansemos.

Bjinhos cheios de esperança num provir cada vez mais justo e mais livre.

Cata-Vento disse...

Isa

Amiga, a fé que depositamos naquilo em que acreditamos e a esperança de o alcançar dão-nos coragem para lutar contra as maiores injustiças cometidas pelos seres humanos.

Deixo-te mil beijinhos e desejo-te uma boa semana de trabalho. A minha constipação está a prosseguir o seu caminho. Se não tiver febre tudo passará bem.


Bem-hajas!

p.s. As melhoras da Guida. Dá-lhe um beijinho meu.

De Amor e de Terra disse...

É Amiga, morrem estas PESSOAS, tão GENTE, mas fica a sua obra: para além de ter a certeza que alguém, de algum modo as/os há-de lembrar pelo futuro adiante, também tenho a certeza de que a abóbada celeste precisa de mais estrelas.
Beijos

Maria Mamede

Isa disse...

As tuas melhoras,linda.
Tem cuidado.
Beijoo.
isa.

gaivota disse...

uma mulher que deixou marcas profundas, já não disso...
e quased não se ouve dizer "Não tenho medo de si..." onde anda o mundo de ontem? e o de hoje que recua, recua sempre, estamos quase pré-históricos...
santo Deus, como vai este povo!
mil beijinhos
com saudades na alma

Isa disse...

Obrigada,amiga.Imagina q.já envia os trabalhos de italiano,para a Professora."Ganda" mana! :):)
Estás melhor?
Beijoo.
isa.

Cata-Vento disse...

De Amor e de Terra

Querida amiga estes exemplos não devem nem podem ser esquecidos. São Gente Boa! Lá no céu há estrelas que nos acompanham e se encarregam de nos ajudar.

Beijinhossss

Bem-hajas!

Cata-Vento disse...

Isa

Acho que estou no bom caminho no combate à constipação. Acabei de comentar isso com uma amiga.

Beijinhos

Bem-hajas!

Cata-Vento disse...

Gaivotinha

É raro ouvir isto actualmente. Estas mulheres deram um exemplo de coragem que não pode nem deve ser esquecido.

Beijinhossssss

Cata-Vento disse...

Isa

Ah,"ganda" mana! Não tardará muito a sua total recuperação.

Beijinhosssss

As tuas melhoras, amiga!

Tiago R Cardoso disse...

Um figura marcante e exemplar.

Cata-Vento disse...

Tiago R Cardoso

Uma mulher exemplar!

Bem-hajas

Espaço do João disse...

Meu caro Cata Vento.
Por muitas voltas que tenho dado aos meus neurónios não consegui descortinar quem és tu. Somente curiosidade, pois desde que a troca de ideias sejam por bem, as portas estarão sempre abertas. Dá-me uma dica por e-mail quem sejas. Um abraço.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá...bela Homenagem a uma grande lutadora pela Liberdade...

Brancamar disse...

Olá minha amiga,

Gostei de ler, de aprender e de recordar. Nâo passaram tantos anos como isso, lembro-me de já ser casada, embora ainda jovem e esta situação existir, lembro-me desta luta e destes brancos corajosos que enfrentavam os seus pelo fim de uma situação vergonhosa.
Maravilhosa a dádiva desta mulher a uma causa como esta!
Tenho a certeza que estas vidas e estes exemplos deixam semente por esse mundo fora.
Beijinhos para o Cata Vento e para o Vira Vento pequenino(entendeste?),eheheh!
Branca

ASPÁSIA disse...

CATA VENTO AMIGO!

CONFESSO QUE TINHA UMA VAGA IDEIA DESTA FIGURA TÃO SIMPÁTICA E IMBUÍDA DE NOBRES VALORES.
FOI BOM QUE TROUXESSES ESTAS BRISAS SOBRE A SUA OBRA, AGORA QUE INFELIZMENTE DEIXOU ESTE MUNDO.
DE FACTO FOI PENA NÃO TER RECEBIDO O NOBEL DA PAZ, ESTA SENHORA QUE TANTO FEZ PELO FIM DOS DESNTENDIMETOS DE CARÁCTER RACISTA.

PARA TI, MELHORAS RÁPIDAS DESSA CONSTIPAÇÃO!!! AI QUE O VENTO TÃO FRIO QUE TEM SOPRADO, TE GELOU AS PAZINHAS!

BEIJINHO GRANDE SABOR CHÁ DE LIMÃO!

Fragmentos Culturais disse...

Não tenho dúvida que foi uma mulher de coragem!

Sensibilizada pelo olhar em 'fragmentos'!

Um beijo,
... como vês a 'partilha' é real :)

Cata-Vento disse...

Espaço do João

Pensava este cata-vento que seria fácil descortiná-lo através do seu discurso que em nada mudou.
Vou dar-te uma ajuda no teu blogue.

Beijinhos

Bem-hajas!

Cata-Vento disse...

Fernando Santos ( Chana)

Uma lutadora por muitos desconhecida.

Bem-hajas!

Beijinhos

Cata-Vento disse...

Brancamar

A tua presença aqui deixa-me sempre a sensação de que vale a pena andar pela blogosfera.Encontrei uma santa e querida alma, uma amiga, a quem me sinto cada vez mais ligada por amigos comuns muito queridos. O meu vira vento vai ficando cada vez mais engraçado.

Beijinhos mil

Bem-hajas!

Cata-Vento disse...

ASPÁSIA, MIGA!

A TUA PRESENÇA É MEIA-CURA PARA A MINHA CONSTIPAÇÃO.
SABES QUANTO GOSTO DE TI. TAMBÉM LAMENTO QUE HELEN SUZMAN NÃO TENHA RECEBIDO O NOBEL.
NO ENTANTO, O SEU LEGADO FOI ENORME E ISSO VALE TODOS OS PRÉMIOS DO MUNDO.

BJINHOS MIL DESTA MARAFADA

BEM-HAJAS!

Cata-Vento disse...

Fragmentos culturais

Gosto da tua presença amiga. Temos muito em comum e esta partilha vai ser cada vez maior.
Bem-hajas!

Beijinhos

jj disse...

Uma mulher de coragem. Os tempos mudam é certo, mas nos anos 60, quando estive na Africa do Sul, este era um país muito esquisito, onde os negros não podiam passar perto dos brancos, com um racismo doentio, e onde o branco que tentasse defender os negros, era castigado por essa insolência, como tendo cometido crime contra o estado.
Um abraço

Pico minha ilha disse...

Deveria haver muitas mais mulheres assim, que tudo dão e fazem sem medos.Beijinhos e um abraço apertadinho que está muito frio.

Cata-Vento disse...

jj

O racismo é algo que não compreendo mas que não é facilmente erradicado.
Desistir de lutar é consentir.

Um abraço

Bem-haja!

Cata-Vento disse...

Pico minha ilha

É verdade, amiga! Infelizmente, existem cada vez menos. Não deixemos que o medo nos tome.

Beijinhos com frio e chuva

Bem-hajas!

Espaço do João disse...

Montei uma "biruta" para ver se destinguia donde vem o vento. Confesso que ou foi a biruta que está mal montada ou, sou eu um bruto que não descortino. Um até logo.

Cata-Vento disse...

Espaço do João

Ena, pá! Tu estás a ver o mar? Ou não vês mesmo nada, João? A biruta tá marada?
Beijinhos

Goldfinger disse...

"uma das poucas vozes da razão no parlamento", assim afirmou o actual Presidente da África do Sul.

Para ser uma activista na época em que teve a coragem de erguer a voz contra o apartheid no parlamento Sul Africano foi preciso ser uma mulher coragem, sem dúvida.

Tens sido de uma amabilidade extraordinária e sei que sabes, que eu sei que sempre foste a mulher que és. Percebes?

Este trocadilho de palavras, pode não soar bem, mas acaba por ficar bem. Tu entendes-me.

Beijinhos e confesso que tinha saudade deste Cata-Vento..

Cata-Vento disse...

Goldfinger

É preciso ser uma mulher de coragem para fazer esta afirmação. mesmo nos dias de hoje!
A minha amabilidade mantém-se mas tu também te manténs o fiel amigo com quem sempre contei. E continuo a contar.
Bem-hajas,Goldfinger!

Um beijão do coração

elvira carvalho disse...

Amiga, o JJ do comentário anterior sou eu. O Pedro esteve aqui no blog do pai (estamos a tentar meter-lhe o bichinho dos blogues) e não encerrou a sessão. Como eu não reparei quando entrei entrei em nome dele. Desculpe.
Um abraço

Cata-Vento disse...

Elvirinha

De facto, quando vi este comentário fui imediatamente ver de quem se tratava e disse para comigo: "olha, mais um algarvio. Que bom!"
Metam-lhe o bichinho!

Beijinhos amiga querida