segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

E agora?


O Natal passou e com ele, para muitos, as boas intenções de que estavam imbuídos há uns dias partiram também. Felizmente, muitos outros continuam a fazer voluntariado, a não deixar cair o espírito solidário do mês de Dezembro, a procurar incansavelmente soluções para os sem-abrigo seus conhecidos que querem ser ajudados a sair do mundo para onde um dia o desemprego, a perda de familiares, a falta de motivação para lutar os lançou, a ajudar crianças em risco de abandono vítimas da negligência dos seus progenitores e outros familiares.
Enquanto parte integrante desta sociedade, sinto-me co-responsável pelos casos cada vez mais degradantes da condição humana que coexistem paredes meias com o luxo, a riqueza, o consumo exagerado. Fico cada vez mais acabrunhada com as assimetrias sociais e embora pouco possa fazer sei que desistir, cruzar os braços, lança-me para a chusma de imbecis que engrossam a longa lista dos críticos,doutorais falantes, que não passam de energúmenos muitos deles também encrudelecidos pela vida. Procurar agasalhos, alimentos, utensílios e mobiliário que a muitos pode ser útil e que para outros são absolutamente dispensáveis é uma atitude que todos podemos tomar desde que tenhamos disponibilidade e vontade para o fazer.

Percamos a ideia de que os culpados são sempre os outros , abandonemos a passividade perante as injustiças e façamos uma nova sociedade mais equilibrada onde aqueles que pouco ou nada têm, possam usufruir de condições mínimas próprias da dignidade humana.

O trabalho é um direito consignado na Constituição, sem ele não há sucesso e parece-me que o direito garantido passou a ser o desemprego, a fome, a miséria. Não é este, de todo, o modelo social que queremos.

22 comentários:

Paula Raposo disse...

Subscrevo. Beijos.

pinguim disse...

E assim se finda mais um ano e começa outro; que seja diferente para melhor...
Beijinho.

aflores disse...

Sem querer "brincar" com coisas sérias, atrevo-me a dizer que em nada me admira este teu grito de revolta. NÓS, Portugueses, temos por costume (como digo muitas vezes) ir ao dentista SÓ quando os dentes estão a doer.
Subscrevo a tua "revolta" , o teu sentir.
Desejo um Próspero Ano Novo, com TUDO a que temos direito.

Bem-hajas.

Tudo de bom;)

Vieira Calado disse...

Curioso...

Coloquei essas foto, o ano passado, num poema de Natal.

Mas a minha foi modificada.

O sentido é o mesmo.

Desejo-te um excelente Novo Ano de 2010.

Beijinhosss

helia disse...

Pois, não é este modelo social actual que nós queremos.Todos os cidadãos têm direito ao emprego e a terem todas as condições que lhes permitam uma vida digna
Esperemos que 2010 altere este modelo social que é humilhante e injusto.

O Guardião disse...

Somos muitos os que vamos lutando por um mundo melhor, por mais justiça social e pela dignificação do trabalho.
Desejos de um BOM ANO NOVO e que a esperança vá resitindo em cada um de nós.
Cumps

JL

Espaço do João disse...

Querida amiga.
Quantos de nós só olha para seu umbigo? O mundo cão em que vivemos assim o permite.
Vou tentar acabar o ano, fazendo dele uma brincadeira. Para tal vá até ao Espaço do João , e entre nesta aventura. Bolas a vida não é só trabalho. Bom Ano Novo:

amigona avó e a neta princesa disse...

Este ano na minha Instituição também chegámos a alguns como este e é tão reconfortante! Hei-de contar mas deixa-me dizer-te que foi um Natal diferente mas foi tão intenso e deixou a alma "lavada"!!!
Ainda cá passo a desejar-te um bom ano (assim o meu computador deixe!)...beijos amiga...

Isa disse...

Tens toda a razão.
Felizmente ainda nos preocupamos!!
Difícil é a mudança...
Beijo.
isa.

Filoxera disse...

Claro que não.
É preocupante, o rumo que a nossa sociedade toma.
Beijinhos.

o escriba disse...

Querida Isamar

decididamente não é este o modelo social que queremos ou de que o país precisa!Mas, pelo que vimos em ano de eleições, os que gritaram não foram suficientes para fazer levantar a cabeça dos que se lamentam para o seu umbigo...

bjinhos
ESperança

jo ra tone disse...

Isamar,
É cada vez mais preocupante a situação que se vive nste mundo moderno.
Eu não entendo como é que em tempo de crise, aumenta tanto o consumismo,
que se pode inverter
em pobreza...
quem sabe!
Beijinho

EDUARDO POISL disse...

Para você,
Desejo o sonho realizado.
O amor esperado.
A esperança renovada.
Para você,
Desejo todas as cores desta vida.
Todas as alegrias que puder sorrir.
Todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano,
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,
Que sua família esteja mais unida,
Que sua vida seja mais bem vivida.
Gostaria de lhe desejar tantas coisas...
Mas nada seria suficiente...

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.
Desejos grandes...
e que eles possam te mover a cada minuto,
ao rumo da sua FELICIDADE!!!

Abraços com todo meu carinho
FELIZ 2010

gaivota disse...

diga-se ou pense-se o que seja sobre este assunto delicado e mais que de pedra e cal... é sempre pouco, pois quem de direito e obrigação NADA faz para proteger e 'aliviar' os sem abrigo...
é certo que também os há que negam um lar, e mesmo familiares, de qualquer modo não deveria ser permitido esta "exposição" ...
entendo e subscrevo todas as tuas palavras
assim, resat pensar que possa haver um novo ano mais digno para toda a sociedade!
beijinhosssssssssss milessssssssss
e bem-hajas por este "agora?"

Fa menor disse...

Quanta razão tens!
Só pelo trabalho o homem pode ser dignificado!
Não podemos alinhar nessa passividade que se instala à nossa volta!
O mundo precisa de pessoas que trabalhem sem visar o lucro.

Um Feliz Ano Novo à medida dos teus desejos!

Beijinhos

Graça Pires disse...

Um texto para reflectirmos. Obrigada.
Um beijo e que o ano de 2010 seja mais solidário e te traga tudoo quemasi desejas.

Goldfinger disse...

Este é o espelho deste país em que vivemos. Esta realidade chocante não parece encontrar solução e temos de ser todos nós a ajudar e a ser solidários para minimizar o sofrimento e o abandono de muitos sem abrigo.
O que mais me doi é (há dias fiz uma postagem sobre isso), é que os nossos idosos são abandonados nos hospitais e recentemente li uma reportagem sobre bébés abandonados em Portugal que eram cerca de 20 por ano creio.
Somos um país de velhos, abandonados, pobres, rejeitados e ... lixados por "galarós" que só falam de fato e gravata, do alto da sua sapiencia, que nada fazem, e que ganham rios de dinheiro.
Culpados? Somos todos nós!

Um grandre beijinho e que 2010 possa trazer mais solidariedade, mais igualdade, mais paz, pão e saúde.
Para ti e para todos os teus, que vos dê o que mais desejarem.

António

Isa disse...

As palavras são do poeta, o abraço meu. isa.

" Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente.

Para você, desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir, todas as músicas que puder emocionar.

Para você neste novo ano, desejo que os amigos sejam mais cúmplices, que sua família esteja mais unida, que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas. Mas nada seria suficiente para repassar o que realmente desejo a você. Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, rumo à sua felicidade!"

Carlos Drumonnd de Andrade

amigona avó e a neta princesa disse...

A ti deixo um abraço apertado e comovido minha querida amiga...desejo-te tudo de BOM! BEIJOS ISABEL E FELIZ ANO NOVO!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Isamar

Que o Ano 2010 seja um Ano promissor das mudanças necessárias para que as sociedades sejam mais justas e equilibradas nas oportunidades que proporcionam.
Para ti, especialmente, o que de melhor houver em termos de realizações pessoais que passarão, naturalmente, pela saúde e bem-estar teus e de quem mais amas.
Pelo teu calor humano e pela tua amizade um abraço apertadinho e VIVA O NOVO ANO DE 2010!

ADiniz disse...

Coquetel da vida
Paz, Amor e Sabedoria
entr E las
q
u
i
l
í
b
r
i
o
assim
desejo-te

2 palavras PaZciencia
0 pretérito
1 recomeço
0 novo tempo

Abraços fraternos por isso verdadeiros, com carinho a vc Isa

Fragmentos Culturais disse...

'Eu quero e desejo a Paz, a Igualdade, a Justiça, o Amor, o Trabalho...' - foram as palavras que deixaste em 'fragmentos'! Soou-me a grito e revolta! Esse é o lado de todos os seres mais profundos! Estaremos do mesmo lado, sempre!

Venho retribuir 'Isamar', muito sensibilizada, o carinho que sempre demonstras, ao longo do tempo!

Um Ano 2010 de serenidade, afectos mil, e muita saúde!

Um beijo fraterno,